Volta à página inicial

18 anos
13.219.467
visitantes únicos, veja...

RSS (Really Simple Syndication) RSS (Really Simple Syndication) Golfinho - o portal da PNL no Brasil
www.pnlbrasil.com.br    www.golfinho.com.br    www.pnl-golfinho.com.br

O que é PNL
Definição, livros e artigos para iniciantes

    Inicial
    Artigos PNL
    Livros PNL
    Cursos PNL
    Centros de PNL
    Profissionais
    Diversos
    Livros do Mês
    Filmes e PNL
    Exercícios
    * Divulgar
    Links
    PNL Escola
    Golfinho
    Impresso
    Golfinhos
    Dicas
    Biografias
    Download
    Congressos
    CDs e DVDs
    Contatos
    Cadastre-se
    Tradução PNL
    Glossário PNL
    Novidades
    Entrevistas
      e Teses

    Pesquisar
Ataques de pânico - Artigo PNL

Ataques de pânico

Reg Connolly

O primeiro ataque de pânico pode ser assustador. Ele parece vir do nada e nós não sabemos o que é ou por que está ocorrendo. Entender o que está acontecendo desmistifica o hábito do pânico e fornece um caminho para controlá-lo.

Por que ocorre o pânico

Eles começam... geralmente como uma reação tardia a um período de estresse intenso ou prolongado: uma reação a como temos lidado com os estressores do dia a dia, a como temos nos adaptado às mudanças importantes na vida e lidado com as nossas emoções. Eles geralmente começam alguns meses após o período de estresse, justo quando pensávamos que tínhamos colocado tudo isso para trás.

Imagine um copo de água - meio cheio - esse é o nível de estresse de uma pessoa típica. Contanto que ele não transborde, sentimos que estamos suportando - mesmo se, na realidade, o nível estiver um pouco alto demais. Mas, quando as coisas acontecem muito rápido, uma após a outra, a nossa capacidade de superação fica um pouco desgastada e o "copo" transborda. Essa é a experiência de pânico.

Os ataques são sustentados... pelo nosso medo deles. Mesmo quando a causa do copo "transbordando" passou, o nosso medo de outro pânico impede que o nível baixe - nós estamos com o hábito do pânico! O nível da água está na altura da borda e é mantido pelo nosso medo de ter um ataque de pânico.

O que fazer com eles

Fica muito claro sobre o que está acontecendo. Lembre-se frequentemente que: (1) o ataque de pânico é uma reação retardada de um período estressante, (2) que ter medo do próximo ataque o torna mais provável de ocorrer e (3) não há nada de errado com você - pânicos são muito comuns e podem ser eliminados por métodos de autoajuda práticos.

Cuide de suas glândulas suprarrenais. Pânicos são em grande parte o medo dos efeitos de adrenalina excessiva!

Obtenha algumas "vitórias" para aumentar a sua confiança na sua capacidade de eliminá-los. Os pânicos enfraquecem muito a autoconfiança de modo que cada pequeno sucesso irá aumentar a sua autoconfiança debilitada.

Plano de ação:

1. Elimine a cafeína. Cada café, coca-cola ou chá provoca a liberação de adrenalina e aumenta a ansiedade e o nervosismo. (Reduza a cafeína de forma muito gradual ao longo de um período de cerca de duas semanas. Eliminar essa poderosa droga muito rapidamente produz sintomas de abstinência desconfortáveis.)

2. Reduza os alimentos ricos em açúcar. Eles reativam indiretamente as suas suprarrenais. Pelo mesmo motivo, coma frequentemente pequenas quantidades de comida e se certifique de não ficar com fome.

3. Beba água ou coma pequenas porções de frutas para manter úmida a sua boca – uma boca seca envia um sinal de "medo" para o cérebro.

4. Use métodos de respiração relaxantes a cada hora. O pânico é geralmente acompanhado por uma hiperventilação de leve a severa. Os métodos de respiração irão ajudar a reduzir a hiperventilação e irão acalmá-lo.

5. Recupere a capacidade de relaxar profundamente. No início, isso será um pouco difícil visto que é provável que você esteja como uma mola enrolada, por isso planeje três ou quatro sessões de 3 a 5 minutos cada. Vá aumentando até cerca de 10 minutos depois de algumas semanas. (Uma boa fita de relaxamento pode ser útil, mas ouça uma parte antes de comprar porque a maioria delas tem um som péssimo.)

6. Organize os seus pensamentos. Use caneta e papel para colocar seus pensamentos no papel, pelo menos uma vez por dia. Apenas pegue algumas folhas de papel e comece a escrever. Mantenha a caneta em movimento. Anote tudo como aparecer na sua mente. Quando terminar, destrua as anotações. (Essa técnica é explicada em detalhes no artigo Escrevendo Livremente.)

7. Mantenha-se fisicamente ativo. Exercícios como natação ou uma caminhada rápida ajudam a se livrar dos hormônios acumulados devido ao estresse e à tensão física.

8. Monitore o seu diálogo interno para evitar negatividade excessiva. É compreensível alguns pensamentos negativos – você está passando por um período de desconforto.

9. Substitua o diálogo interno negativo por afirmações como "pouco a pouco estou aprendendo a lidar com esses episódios e voltando ao normal".

Reg Connolly é Trainer Certificado e Master Practitioner de PNL, treinador de administração e de vendas.

O artigo "Panic Attacks" está no site Pegasus NLP Training

Tradução JVF, direitos da tradução reservados.

Sociedade Brasileira de PNL
Actius, consultoria, Desenvolvimento e Liderança
INAp
PAHC
CDP - Leoclides Marcon
INEXH
Instituto de Thalentos
Sociedade Internacional de PNL by Claudio Lara
INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO DO POTENCIAL HUMANO
Mundo das Metáforas
Metas e Objetivos
e-mail enviando comentário site do GOLFINHO
Obrigado!
Volte sempre.

volta à página onde você estava volta página inicial
Esta página é produzida e mantida pela Equipe do Golfinho Webdesign
Hospedado por: LOCAWEB

Google Facebook